Declarações do PS sobre Escola do Alto das Covas são “lamentáveis”
Publicado em 11 de Dezembro, 2015

O PSD/Açores considerou “lamentáveis” as declarações do deputado do PS Nuno Meneses sobre a petição pública que pretende impedir o encerramento da Escola do Alto das Covas, em Angra do Heroísmo, pois “desrespeitaram os 2143 subscritores da mesma, que levaram a cabo uma iniciativa válida, recuperando um assunto longe de estar explicado”, disse a deputada Judite Parreira.

“Não nos podemos rever nas declarações de um deputado que diz que os peticionários estavam com uma alucinação porque nunca houve qualquer intenção de encerrar a escola. E que ainda disse que teria sido o PSD/Açores a manipulá-los, insultando-os e não lhes reconhecendo competências para a tomada de iniciativa sozinhos”, referiu a social-democrata.

“O deputado Nuno Meneses insultou igualmente o PSD e os seus deputados, que tiveram apenas em conta as pretensões dos peticionários, defendendo os seus interesses, pois foi para isso que fomos eleitos. Os deputados do PSD/Açores defendem os interesses que quem os elegeu, um respeito que, lamentavelmente, penso que aquele deputado esqueceu”, criticou.

Segundo Judite Parreira, o hipotético encerramento da Escola do Alto das Covas, que conta com mais de 360 alunos, “nem deve ser equacionado. Pela sua localização privilegiada, com vários estabelecimentos de OTL próximos, o fácil acesso para os pais e o importante papel na dinamização do comércio tradicional de Angra do Heroísmo”, adiantou.

A parlamentar alertou no entanto para a necessidade “de serem levadas a cabo várias intervenções na escola, nomeadamente devido à infestação de térmitas ao nível do teto, obras que a câmara municipal de Angra do Heroísmo deve fazer e que a Secretaria Regional da Educação e Cultura tem o dever de acompanhar”, afirmou.

A deputada do PSD/Açores já se congratulara pelo facto de o Secretário Regional da Educação e Cultura “não ser favorável ao encerramento de escolas do 1º Ciclo”, lembrando que o governante “já disse que não há intenção de encerrar a Escola do Alto das Covas, enquanto se mantiverem as atuais condições sociológicas e pedagógicas”, concluiu.