Vergonha! – Opinião de Hermano Aguiar
Publicado em 26 de Outubro, 2015

Um dia destes, a meio da tarde, saí do meu “casulo” profissional e passei por um populoso bairro de Ponta Delgada.

Encontrei um património natural e construído aprumado, graças à ação diária persistente de um poder local que sente a proximidade.

Choquei com um ambiente humano degradado, espelhando a toxicodependência, o abandono escolar, o desemprego jovem, a ausência de esperança.

A uma curta distância do meu perímetro de vivência diária esbarrei com um quadro que as estatísticas comprovam.

Temos nos Açores a mais alta taxa de abandono escolar precoce do país: 34%.

Da população açoriana, com 15 ou mais anos, 68% dela tem como habilitações unicamente o ensino básico.

Ainda recentemente a comunicação social dava conta que os “Açores é a região europeia com mais jovens a deixar os estudos”. Diz o Eurostat que, em 2014, 33% da população açoriana entre os 18 e os 24 anos abandonou a sua formação.

A nossa Autonomia ainda não se demonstrou capaz de ganhar o desafio da educação/formação. Construímos belas escolas, mas temos maus resultados. E sem uma população instruída, formada, não há progresso.

Este modelo de desenvolvimento devia envergonhar-nos.

Assim não vamos lá! Há que mudar.