Vazio – Opinião de Hermano Aguiar
Publicado em 14 de Setembro, 2015

As notícias sobre a campanha de Costa e do PS é que o líder vai de comboio, acompanhado pela mulher e filho, que tem um novo diretor de campanha, que os agitadores profissionais estão a programar inúmeras “arruadas”, e se vai ou não visitar Sócrates.

E onde param as propostas políticas alternativas? A comunicação social tem dificuldades em encontrá-las. E isto porque qualquer proposta alternativa séria não pode fugir ao enquadramento das regras da União Europeia. Ou seja, controlar o défice e reduzir a despesa pública. Mas há uma grande diferença: António Costa propõe-se criar riqueza, facilitando o consumo interno, enquanto Passos Coelho aposta nas exportações para criar emprego.

Alguém se lembra do que António Costa anunciou na sua deslocação aos Açores? A mensagem reduziu-se aos eventos: um jantar, na Terceira, e uma visita à Associação Agrícola de São Miguel.

Os sucessos que se vão conhecendo na economia nacional, contrariando os maus augúrios dos mentores do regime em extinção, esvaziam um PS de Costa e César que não tem um verdadeiro projeto alternativo para a governação do país. Um vazio.

Ser levado ao colo pela comunicação social parece que já não vai chegando…