As novas gerações e o “saltitar” de outras – Opinião de Cláudio Almeida
Publicado em 07 de Setembro, 2015

1 – A formação política, social e cívica deve ser parte integrante do currículo de um jovem, despertando o interesse pela participação na sociedade civil e política. Todos os partidos políticos e organizações não-governamentais, devem apostar na formação dos seus jovens. O PSD já o faz há mais de 10 anos, pelo Instituto Sá Carneiro, com a organização nacional da Universidade de Verão, que decorre todos os anos em Castelo de Vide, juntando jovens de todo o país.

Nos Açores, pelas mãos do PSD e JSD Açores, decorreu a segunda edição da Universidade de Verão, este ano na ilha de São Jorge, reunindo cerca de meia centena de jovens de todas as ilhas dos Açores, militantes e não militantes. Proporcionou aos jovens um leque de oradores de excelência, desde personalidades regionais e nacionais.

Nestas duas primeiras edições passaram nomes como o ex-líder nacional do PSD Luís Marques Mendes, a Ministra de Estado e das Finanças, Maria Luís Albuquerque, os Eurodeputados Carlos Coelho e Sofia Ribeiro, o Vice-presidente nacional do PSD, Marco António Costa, os Secretários de Estado Sérgio Monteiro e Berta Cabral. Também contou com figuras da sociedade açoriana, como o presidente da Câmara de Comércio e Indústria dos Açores, Mário Fortuna e da Horta, Carlos Morais, o ex-líder do PSD Açores, Álvaro Dâmaso, os presidentes das Câmaras Municipais da Ribeira Grande e Madalena do Pico, Alexandre Gaudêncio e José António Soares, os Deputados regionais Luís Maurício Santos, António Soares Marinho e Joaquim Machado, o ex-líder da JSD Açores, José Leal, os professores universitários David Horta Lopes e Carlos Amaral, entre muitas outras personalidades.

Os jovens participam num regime de formação intensiva, trabalhando em grupos, apresentando trabalhos relacionados com cada orador, avaliando a prestação de cada orador e culminando com a simulação de um plenário.

O espírito desenhado para a Universidade de Verão do PSD Açores e JSD Açores, é um espírito de união, companheirismo mas também de formação, trabalho e disciplina. Na Universidade de Verão pretende-se formar jovens capazes e com espirito cívico. Assim, o PSD/Açores segue um caminho de renovação e de entrada de novos quadros.

2 – (Saltitar) Significado de Saltitar – v.i. “Caminhar aos saltinhos, como certas aves”. Possui 8 letras, as vogais: a i, as consoantes: l r s t. O verbo escrito ao contrário: ratitlas. Importa perceber o verbo “saltitar” para alcançar as declarações do líder do Partido Socialista Açores, pois andava eu a entrar para a escola e já o presidente do PS “saltitava” de entre a bancada parlamentar e as diversas Secretarias Regionais que tutelou (Agricultura e Pescas, Presidência e Assuntos Parlamentares, Economia). Já lá vão 20 anos. Este PS Açores arrasta-se pelos corredores do poder. A sociedade açoriana precisa de se libertar dos mesmos atores políticos que há 20 anos se perpetuam no poder.