Confiar? – Opinião de Hermano Aguiar
Publicado em 03 de Agosto, 2015

Como pode um eleitor açoriano confiar em quem deixou a Região com a mais alta taxa de desemprego do país – 15%?

Confiar em quem apostou na Educação como mero instrumento de obras públicas megalómanos e deixa-nos com a mais alta taxa de abandono escolar precoce do país e 68% dos açorianos, com mais de 15 anos, possuidores somente do ensino básico?

Como se pode renovar a confiança em quem deixou a Região com os mais altos índices de pobreza e com 71% das famílias açorianas a viverem de rendimentos mensais inferiores a 530€?

Confiar em quem deixa cerca de 7.3% da população dos Açores a receber o Rendimento Social de Inserção?

Confiar em quem teve à sua disposição, entre 2000 e 2013, 6.400 milhões de euros de transferências da União Europeia e do Estado e deixar 40.000 açorianos sem médico de família?

Confiar em quem deixou a Região com uma divida de 3.461 milhões de euros, o equivalente a 93,7% do nosso Produto Interno Bruto?

Confiar em quem aproveitou a cadeira do poder para guindar a sua família para cargos públicos que somam rendimentos mensais de 16.000 euros?

Os açorianos responderão.