Comunicado Grupo Parlamentar PSD/Açores
Publicado em 14 de Agosto, 2015

A propósito das declarações do Presidente do Governo, em São Jorge, o PSD/Açores reafirma o seguinte:

A atual situação verificada nas ligações aéreas inter ilhas demonstra o grau de impreparação e de irresponsabilidade com que o governo regional tem atuado neste domínio, prejudicando em especial as ilhas mais pequenas e a mobilidade dos açorianos dessas ilhas.

De facto, e apesar dos insistentes alertas do PSD/Açores e das instituições da sociedade civil ao longo dos últimos meses, é hoje evidente que a operação da SATA Air Açores foi planeada em cima do joelho e sem ter em conta o previsível aumento do número de passageiros em todas as rotas.

Acresce, que o PSD/Açores não pode deixar de notar a forma como o presidente do governo regional perdeu a vergonha e tenta transformar a sua própria incompetência, impreparação e irresponsabilidade em motivo de propaganda.

Só mesmo o presidente do governo regional ou um dirigente socialista para se vangloriar com custos de passagens entre São Jorge e a Terceira de 90 euros ou entre São Jorge e Ponta Delgada de 120 euros.

Ou seja, em vez de propaganda, Vasco Cordeiro tem de explicar aos jorgenses – e aos açorianos das restantes ilhas – porque é que vão pagar quase tanto para se deslocar dentro da Região como pagam para se deslocar para o exterior.

Não é normal – não pode ser normal – que um jorgense para se deslocar a Ponta Delgada pague menos 14 euros do que aquilo que paga para se deslocar a Lisboa.

O PSD/Açores reafirma, por isso, a necessidade imperiosa de proceder a uma significativa redução dos preços das tarifas aéreas inter-ilhas o mais depressa possível.

Só essa redução significativa poderá dar à economia interna dos Açores os ganhos e os benefícios que já se estão a registar com a abertura do espaço aéreo ao exterior.

É esse o nosso compromisso