Chegou o momento! – Opinião de Luís Pereira de Almeida
Publicado em 03 de Agosto, 2015

Ao fim de quase quatro anos a presente legislatura aproxima-se do fim. Após profecias do caos, crises políticas e inúmeras crises, venceu Portugal. A troica saiu, a economia dá bons indicadores, Portugal voltou a financiar – se de forma independente e no estrangeiro o nosso país é visto como um destino de confiança.

Internamente o atual governo conseguiu salvar o tão querido ESTADO SOCIAL, paralelamente a economia está menos estatizada e há mais espaço aos privados, os contribuintes livraram- se de pesos de décadas, a TAP é um bom exemplo.

Politicamente a coligação ressuscitou e hoje parece possível que ganhe as eleições, por mérito do trabalho realizado e por, manifesta, inabilidade do desafiante (PS).

O trabalho realizado está à vista de todos e a inabilidade do desafiante é, até, constrangedor comentar!

Os portugueses têm dois caminhos distintos, a facilidade oferecida pelo desafiante e a segurança da coligação.

A crise educou os portugueses que agora dificilmente acreditam em facilidades, temos todos muito presente os truques eleitorais do Eng. Sócrates e há episódios que nos relembram bem esses truques.

Com o espírito arejado que inunda Portugal o líder do PSD foi muito bem recebido na sua visita aos Açores, os açorianos reconhecem o trabalho realizado.

Assuntos com a abertura do espaço aéreo e os resultados que estão já a ter na economia regional, a reposição do diferencial (imposto pelo PS nacional e regional) e a solidariedade nacional sempre respeitada pelo governo da república merecem o nosso reconhecimento.

Estas eleições são também determinantes para o futuro da região, enquanto região muito necessitada de economia não podemos regressar ao passado de irresponsabilidade e facilitismo.