A certificação das Termas Regionais continua por fazer
Publicado em 03 de Agosto, 2015

O PSD/Açores criticou o Governo Regional pelo “incumprimento da promessa de certificação das Termas Regionais”, lembrando que “o Secretário regional do Turismo e Transportes anunciou, em dezembro de 2013, essa certificação se ia efetuar durante o ano de 2014. Oito meses passados, e estamos perante mais um dos muitos compromissos assumidos e desaparecidos nos discursos das boas intenções do governo do PS”, avança o deputado Luís Maurício.

O social democrata lembra mesmo que “o anúncio da suposta certificação foi feito na sequência de uma série de notícias sobre o estado em que se encontravam os edifícios das Termas do Carapacho e da Ferraria, após a realização de obras de requalificação e remodelação realizadas pelo próprio governo regional”.

“Estranhamente, e desde então, não ouviu qualquer outra referência a esse processo de certificação. Em plena época alta, essa é mais uma prova das ingerências constantes, também no setor do Turismo e da Saúde, por parte do governo socialista”, frisa Luís Maurício.

Assim, e em requerimento enviado à Assembleia Legislativa, os deputados do PSD/Açores querem conhecer “o ponto de situação do processo de certificação das Termas Regionais, como foi anunciado pelo secretário regional do Turismo e Transportes em dezembro de 2013”.

“O Governo Regional deve esclarecer que iniciativas já desenvolveu no âmbito desse processo e que intervenções, e com que custos, formam entretanto realizadas nas Termas do Carapacho e da Ferraria”, acrescenta Luís Maurício.

O social democrata pergunta mesmo, de forma direta, “quando é que o governo regional  estima ter concluída a certificação das Termas Regionais e quais os motivos que levaram a que mais este compromisso assumido pelo Governo Regional não tenha sido cumprido”, conclui.