Açores precisam “mudar de políticas” para que açorianos possam viver melhor
Publicado em 18 de Junho, 2015

Os Açores precisam “uma mudança de políticas” que possa permitir colocar a Região nos primeiros lugares dos índices de desenvolvimento social e recuperar dos graves problemas de coesão que se estão a verificar em todas as ilhas.

Numa declaração política, no parlamento regional, o deputado social-democrata açoriano António Soares Marinho recordou que ao fim de duas décadas de políticas socialistas “os Açores estão na cauda do país com a distribuição de rendimentos a assumir-se cada vez mais desigual”.

António Soares Marinho recordou o recente manifesto assinado pela Câmara do Comércio e Indústria dos Açores, pela Associação Agrícola de S. Miguel e pela UGT/Açores onde se afirma claramente que a nossa Região “precisa de mudar de rumo”.

Para que a Região possa corresponder a essa expectativa de mudança que tem sido solicitada pelos parceiros sociais é imperioso, “desde logo mudar de governo porque só assim podemos mudar de políticas”.

“Mudar de políticas para acabar de vez com o sufoco em que a sociedade açoriana se encontra. Mudar de políticas para que os Açorianos possam encontrar de novo a força e a determinação que permitiram construir estas ilhas a partir do nada”, disse.

António Soares Marinho considerou, por exemplo, que “os Açores não vão a lado nenhum com governantes que andam desde 2004 a dizer que é preciso desenvolver políticas que aumentem o rendimento dos agricultores e depois verificar que nada mudou numa década” ou com “governantes socialistas que passam anos a falar de mudanças nos transportes marítimos, para agora ouvirmos o presidente da Câmara do Comércio e Indústria de Ponta Delgada e o presidente da Associação Agrícola de São Miguel afirmarem que ao nível do transporte marítimo de mercadorias estamos a viver um ‘deserto de diálogo com o governo regional’”.

Assim, acrescentou, “os Açorianos só têm motivos para desconfiar quando ouvem governantes socialistas prometerem revoluções. É sempre sinal de que algo está muito mal. E que o cansaço deste governo já não confere forças para resolver”.

“Com as políticas socialistas temos barcos que não servem para portos, portos que não servem para barcos, aviões que não servem para as necessidades e uma permanente desorientação. E, também, uma mais do que evidente falta de pulso. Com tudo isso, os Açores têm perdido muito”, acrescentou.

“Os Açores precisam de um novo projeto e de uma mudança de políticas que nos arranque da cauda de estatísticas que só nos envergonham. O PSD/Açores cá estará para protagonizar a mudança que os Açorianos desejam e que os Açores precisam”, assegurou.