Governo regional deve explicações sobre Agenda Digital e Tecnológica dos Açores
Publicado em 27 de Maio, 2015

O PSD/Açores considerou que o Governo Regional deve explicações sobre a Agenda Digital e Tecnológica dos Açores, “anunciada desde julho de 2013, e que prometia ser um incremento ao desenvolvimento dos Açores. Essa ferramenta foi apresentada, com grande pompa e circunstância, incluindo um vasto número de medidas e ações que o governo deve agora esclarecer”, disse o deputado António Ventura.

Num requerimento enviado à Assembleia Legislativa, o social-democrata refere que importa “avaliar do cumprimento desta Agenda Digital e Tecnológica para os Açores”, pelo que solicita à tutela o cronograma da mesma “para que se saiba qual o cumprimento das medidas e ações previstas”, destacando que estavam previstas “29 medidas, e que 26 delas já deveriam estar cumpridas em dezembro de 2014”, adianta.

“Uma das medidas anunciadas, e de fulcral importância, era a criação do Parque Tecnológico da Ilha Terceira, um processo envolto em polémicas e recuos, sobre o qual o governo deve responder”, alerta António Ventura.

O deputado do PSD/Açores lembra que o executivo “não hesitou em avançar a ideia como forma de alavancar o crescimento das atividades económicas orientadas para os mercados digitais. Mas na prática queremos saber o que já foi feito, não apenas ouvir as habituais promessas”, acrescenta.

“Foi adiantada uma calendarização de medidas e ações, que iriam inovar e criar novos produtos de valor acrescentado, contribuindo para a resolução de desafios sociais e promover o desenvolvimento económico da Região. O Governo Regional deve aos açorianos um cabal esclarecimento sobre a Agenda Digital e Tecnológica dos Açores, pelo que pedimos datas e dados concretos, e vamos aguardar pelas respostas”, conclui António Ventura.