Comunicado da Comissão Política Concelhia da Praia da Vitória – 6 de maio de 2015
Publicado em 07 de Maio, 2015

Câmara Municipal da Praia da Vitória não justifica atraso de pagamentos a fornecedores

Na sequência de comunicado do PSD Praia da Vitória de 5 de Maio de 2015, sobre o prazo alargado de pagamento a fornecedores pela Câmara Municipal da Praia da Vitória, registamos que a resposta do actual elenco camarário socialista é um regresso ao passado e apenas preocupada com a posição tomada pelo PSD.

Quando a Câmara Municipal da Praia da Vitória é o município dos Açores que mais tempo leva a pagar aos seus fornecedores devia procurar na sua casa os motivos para esta situação que envergonha todos os praienses.

Quando a Câmara Municipal da Praia da Vitória argumenta com números de 2005, mais de 10 anos passados, é bastante revelador que a prioridade é o passado e não resolver os problemas actuais e futuros dos cidadãos, empresários e empresas do Concelho.

Quando a Câmara Municipal da Praia da Vitória leva 10 anos a reduzir o prazo médio de pagamento aos fornecedores de 210 dias, segundo diz, para os actuais 53 dias seriam necessários mais 3 anos e meio atingir o pronto pagamento. Mais uma vez os empresários e empresas do Concelho é que têm que esperar. Mas não há tempo!

Quando a Câmara Municipal da Praia a Vitória não reconhece que, chegados ao ano de 2015, a estratégia que adoptou nos últimos anos colocou-a impossibilitada de responder aos reais problemas dos cidadãos, empresários e empresas do concelho, revela inabilidade em traçar um projecto de futuro.

Quando a Câmara Municipal da Praia da Vitória esquece-se de referir que recebeu um empréstimo de 2 milhões de euros para, especificamente, pagar a fornecedores, este dinheiro foi uma oportunidade perdida para colocar os prazos de pagamento em níveis aceitáveis.

Todavia, a Câmara Municipal da Praia da Vitória não responde à questão colocada pelo PSD, do porquê ser a Câmara Municipal dos Açores com prazo de pagamento mais elevado. Mas todos os praienses percebem a dificuldade em responder a este facto: a Câmara Municipal da Praia da Vitória não tem dinheiro!

Passemos a dados concretos: 28 milhões de euros de passivos na Câmara e Empresas Municipais; contas desequilibradas com resultados líquidos negativos acumulados nos últimos anos, mais de €500.000 de dívidas a fornecedores no final de 2014.

O PSD, em local próprio, escrutinou e mostrou a sua posição contra as contas apresentadas pelo actual elenco socialista. O PSD, em local próprio, demonstrou a sua discordância sobre a estratégia que a Câmara Municipal traçou para o Concelho por não considerar ser resposta adequada à realidade. O PSD nunca procurou protagonismo, ao contrário do actual elenco camarário socialista que procura retirar dividendos políticos em situações banais e sem qualquer interesse para a vida dos cidadãos e do Concelho.

O PSD estará como sempre esteve: junto das pessoas, dos empresários e empresas. Todos os dias! Porque a Câmara Municipal da Praia da Vitória deixou de ser solução e passou a ser problema. E só um projecto alternativo, que o PSD trará a todos os praienses, é a verdadeira esperança para o futuro dos nossos filhos e netos.